Potencial Antifúngico do Extrato de Arnica Brasileira (Lychnopora ericoides) e Alecrim (Rosmarinus officinalis) no Controle de Malassezia furfur capilar

Autores

  • Arina Dwan Silva Pastor Autor/in
  • Beatriz Estefania Araújo Autor/in
  • Karina Donizete Martins Autor/in
  • Kedma Maria Carneiro Autor/in
  • Mayra Tyciane Dias de Souza Autor/in

DOI:

https://doi.org/10.51473/rcmos.v1i1.2024.509

Palavras-chave:

Antifúngicos Naturais. Oleosidade Capilar. Alternativas Terapêuticas Dermatológicas.

Resumo

Este estudo exploratório buscou avaliar o potencial antifúngico dos extratos de Arnica Brasileira (Lychnopora ericoides) e Alecrim (Rosmarinus officinalis) contra o fungo Malassezia furfur, com foco na possível aplicação desses extratos no combate à oleosidade capilar. A Malassezia furfur é um fungo comumente associado à dermatite seborreica e outros distúrbios cutâneos, incluindo oleosidade capilar excessiva. Os extratos de Arnica Brasileira e Alecrim surgem como possíveis agentes terapêuticos devido às suas propriedades antifúngicas e reguladoras da oleosidade. Arnica Brasileira e Alecrim foram escolhidos devido às suas propriedades fitoterápicas e ao potencial antifúngico previamente observado em pesquisas relacionadas. Os métodos incluíram a obtenção dos extratos por meio de procedimentos específicos, como a coleta e secagem das partes aéreas da Arnica Brasileira e a maceração das folhas do Alecrim. Cepas certificadas de Malassezia furfur foram utilizadas para determinar a Concentração Mínima Inibitória (CMI) dos extratos, demonstrando uma notável atividade antifúngica. Os resultados indicaram que os extratos de Arnica Brasileira e Alecrim apresentaram propriedades que podem contribuir para o controle da produção de sebo no couro cabeludo. Este duplo benefício, unindo a atividade antifúngica contra Malassezia furfur e a capacidade de controlar a oleosidade capilar, sugere que esses extratos têm potencial como ingredientes em formulações capilares. Estes resultados destacam a importância desses extratos como agentes terapêuticos multifuncionais no tratamento de distúrbios cutâneos do couro cabeludo. Mais pesquisas são necessárias para explorar completamente seus benefícios e potenciais aplicações na prática clínica dermatológica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

Al-Snafi, A. E. Medicinal Plants with Antifungal Activities (Part 1): Plants Reported to have Antifungal Activity. IOSR Journal of Pharmacy, 6(9), 2016.

CRUZ, Alice Oliveira da et al. Shampoo em barra com base no extrato de alecrim e aloe vera com efeito antimicótico anti-caspas. Rev. Acadêmica. Oswaldo Cruz. 2021. Disponível em: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/7514 Acesso em: 12 fev. 2024.

CARDOSO, Carolina Silva et al. Avaliação farmacológica da membrana de PVA [Poli (álcool-vinil)] associada a Arnica e à laserterapia no processo cicatricial de lesão cutânea causadas por queimaduras. 2023. Disponível em: https://repositorio.pucsp.br/handle/handle/40789 Acesso em: 10 fev. 2024.

DE SOUZA, M. C.et al. Gastroprotective effect of isomeric methoxylated flavones isolated from Lychnophora ericoides on experimentally induced gastric lesions in mice: Role of endogenous sulfhydryls and nitric oxide. Journal of Ethnopharmacology, 143(2), 2012.

Grice, E. A., & Segre, J. A. The skin microbiome. Nature Reviews Microbiology, 9(4), 244-253, 2018. Disponível em: https://www.nature.com/articles/nrmicro.2017.157. Acesso em: 03 dez. 2023.

Kumar, S., & Pandey, A. K. Chemistry and biological activities of flavonoids: an overview.The Scientific World Journal, 2013, 162750. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24470791/. Acesso em: 28 Jan. 2024.

Lopes, G., Pinto, E., Salgueiro, L., & Gonçalves, M. J.. Antifungal activity of phytomedicines and purified compounds against Malassezia furfur. Journal of Applied Microbiology, 123(6), 1547-1558. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0378874121005833 Acesso em: 28 Jan. 2024.

MACEDO, Ada Vitória da Silva et al. Xampu sólido e líquido, condicionador e loção capilar para prevenção e tratamento da queda de cabelo à base de alecrim, babosa, limão e chá verde. 2022. Disponível em: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/10590 Acesso em: 10 fev. 2024.

Lorenzi, H., & Matos, F. J. (2008). Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas (2a ed.). Instituto Plantarum.

Chevallier, A. The encyclopedia of medicinal plants. Dorling Kindersley. 1996.

Perfect, J. R. .The antifungal pipeline: a reality check. Nature Reviews Drug Discovery, 16(9), 603-616. 2017. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28496146/ Acesso em: 19 Nov. 2023.

Silva, A. B.; Silva, T. F.; Macedo, E. S.; Ribeiro, A. F. An overview on the potential of natural products as ureases inhibitors: a review. Journal of Advanced Research, 2014.

Roby, M. H. H, et. al. Antioxidant and antimicrobial activities of essential oil and extracts of fennel (Foeniculum vulgare L.) and chamomile (Matricaria chamomilla L.). Industrial Crops and Products, 44, 2013.

Arquivos adicionais

Publicado

28.04.2024

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa

Como Citar

PASTOR, Arina Dwan Silva; ARAÚJO, Beatriz Estefania; MARTINS, Karina Donizete; CARNEIRO, Kedma Maria; DE SOUZA, Mayra Tyciane Dias. Potencial Antifúngico do Extrato de Arnica Brasileira (Lychnopora ericoides) e Alecrim (Rosmarinus officinalis) no Controle de Malassezia furfur capilar. RCMOS - Revista Científica Multidisciplinar O Saber, Brasil, v. 1, n. 1, 2024. DOI: 10.51473/rcmos.v1i1.2024.509. Disponível em: https://submissoesrevistacientificaosaber.com/index.php/rcmos/article/view/509.. Acesso em: 21 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 11

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.