USO DO EXTRACTO DE TABACO COMO PESTICIDA PARA O COMBATE ÀLAGARTAS E PULGÕES DA COUVE: ESTUDO DE CASO DO POSTO ADMINISTRATIVO DE MATSINHO

Autores

  • Gerre Zebedias Samo Sithole Autor/in
  • Hipolito da Catarina Antonio João Dias Autor/in
  • Jaime Ernesto Naene Autor/in
  • Carlos José Domingos Alface Autor/in

DOI:

https://doi.org/10.51473/rcmos.v1i1.2024.501

Palavras-chave:

Couve. Pulgões. Lagartas da couve. Pesticida. Nicotina

Resumo

O presente estudo resulta de uma pesquisa experimental que visa avaliar a eficácia do extrato de tabaco como pesticida para o combate à lagartas e pulgões da couve no Posto Administrativo de Matsinho. Para a compreensão dos dados da pesquisa, a metodologia foi constituída de pesquisa bibliográfica e trabalho de campo, com uma amostra feito de sete canteiros de couve, tratados por sua vez de forma distinta. Com base na observação direta, foi possível concluir que os extratos de tabaco preparados a 0,1 kg/l não diluídos e diluídos pela metade são eficientes no combate à lagartas e pulgões da couve causando danos colaterais a couve, ao passo que os diluídos a 25% apesar da ação demorada, mostraram-se igualmente eficientes e mais adequados para serem usados como pesticida no combate de pulgões e lagartas da couve por não causar constrangimentos a esta cultura. Dada a relevância do estudo, sugere – se que se realizem pesquisas em torno da eficácia do extrato de tabaco no combate a outras pragas de diversas culturas agrícolas. 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

JACOMINI, Débora et al. Extrato de tabaco no controle do besouro cascudinho de aviário. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 51, p. 680-683, 2016.

AHMAD, M.; AKHTAR, S.. Desenvolvimento de resistência a pesticidas em populações de Brevicoryne brassicae no Paquistão. Jornal entomologia económica, v. 106, n. 2, p. 954-958, 2013.

ADNAN M. M. et al. O único método de extração para determinação de nicotina e cotinina em cigarros da Jordânia “sangue e urina” por RPHPLC e GC-MS. Jornal da ciência cromatografia, 2009.

BOOKS, Andrey; HALSTEAD, Andrew. Pragas e Doenças das Plantas. 3ª ed., editora Europa-america Ltda., Portugal, 1999.

BUSS, E. A.; PARK-BROWN, S. G.. Produtos Naturais para Maneio de Pestes. Gainesville editora, UF/IFAS, 2002. Disponível na internet via WWW. URL: http://edis.ifas.ufl.edu/IN197. Consultado em 2 outubro 2016.

COLEY, P. D.; BARONE, A. J.. Revista anual de ecologia e sistemática. 1996.

FILGUEIRA, Fernando António Reis. Novo Manual de Olericultura: Agrotecnologia Moderna na Produção e Comercialização de Hortaliças. 2ª ed., editora UFV, Minas gerais, 2003.

FELTRE, Ricardo. Físico-Química, 6ª edição, editora Moderna, vol. 2, São Paulo, 2004.

GRANDE ECICLOPÉDIA PORTUGUESA E BRASILEIRA. Pagina editora, Enciclopédia Lda, Vol. 7 (MOURA-NUCK), Lisboa; Rio de janeiro, S/A.

HOLTZ,Anderson Mathias et al. Pragas das Brássicas. 1ª ed., Colatina ESIFES editora, 2015.

MATSUMURA, F.; BEERMAN, R. W. Bioquímica e efeitos físicos do Clorofórmio. 1976. Disponível na internet via WWW. URL: https://link.springer.com/chapter/10. Consultado em 25 de Dezembro de 2016.

KATHRINA, G. A.; ANTONIO, L. O. J.. Controlo Biológico de Insectos mediante Extractos Botânicos: serie técnica. Manual técnico/CATIE, 2004. Disponível na internet via WWW. URL: www.conidi.com.br. Acesso em 10 de outubro de 2016.

MHAZO, Mary L.; MHAZO, Norman.; MASARIRAMBI, Michael. A Eficiência de Pesticidas Orgânicos caseiros derivadas de Plantas Selvagens, Alho e Tabaco na Mortalidade De Pulgões em Couves Nabiças. Zimbabwe, 2011. Disponível na internet via WWW. URL: http://www.resjenviron.earth.sc.pdf

MOFFAT, A. C.. Análises Cromatográficas de Drogas e Venenos. Impressão farmacêutica, 2005. Disponível na internet via WWW. URL: www.pharmpress.com. Acesso em 25 de Julho de 2016.

NYAMBO, Brigitte; SEIF A. A..Manual de Maneio Integrado de Pragas das Brássicas na África Oriental. sn, editora Scitech Publishers Ltd., Quénia, 2013.

SOHAIL, A. et al. Eficácia de diferentes Materiais Botânicos contra Afídeo Toxoptera Aurantii do Chá (Camelia sinensis), 2012. Disponível na internet via WWW. URL: http://www.jmaterenvironsci.com

SOUZA, E. S. Borboletas e Mariposas. 2010. Disponível na internet via WWW. URL: http//agencia.cnptia.embrapa.br. Consultado em 10 de Abril de 2017.

YILDIZ, D. Nicotina, Seus Metabolitos e um Ponto de Vista dos seus Efeitos Biológicos. sn, Toxicon editora, 2004

ROSEMBERG, José. Nicotina: uma droga universal. 2004. Disponível na internet via WWW. URL: www.inca.gov.br. Acesso em 25 de Maio de 2017.

Wiesbrook, M. L. (2004). Natural indeed: are natural insecticides safer and better than conventional insecticides. Illinois Pesticide Review, 17(3), 1-3.

Segeren, P., Oever, R., & Compton, J. (1994). Pests, diseases and weeds of food crops in Mozambique. Pests, diseases and weeds of food crops in Mozambique.

Arquivos adicionais

Publicado

20.04.2024

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa

Como Citar

SITHOLE, Gerre Zebedias Samo; DIAS, Hipolito da Catarina Antonio João; NAENE, Jaime Ernesto; ALFACE, Carlos José Domingos. USO DO EXTRACTO DE TABACO COMO PESTICIDA PARA O COMBATE ÀLAGARTAS E PULGÕES DA COUVE: ESTUDO DE CASO DO POSTO ADMINISTRATIVO DE MATSINHO. RCMOS - Revista Científica Multidisciplinar O Saber, Brasil, v. 1, n. 1, 2024. DOI: 10.51473/rcmos.v1i1.2024.501. Disponível em: https://submissoesrevistacientificaosaber.com/index.php/rcmos/article/view/501.. Acesso em: 21 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 349

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.