UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA CRÍTICA E INCLUSIVA NO ENSINO MÉDIO: o romance   ‘O Alegre Canto da Perdiz’, de Paulina Chiziane, e suas possíveis abordagens para o ensino da Literatura Africana

Autores

  • James Anderson Vitor Lima Autor/in

DOI:

https://doi.org/10.51473/rcmos.v1i1.2024.452

Palavras-chave:

Proposta pedagógica, ensino médio, literatura africana, “O Alegre Canto da Perdiz”, Paulina Chiziane.

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar uma proposta pedagógica para o Ensino Médio, por meio da abordagem do ensino de literatura africana, tendo como foco a obra “O Alegre Canto da Perdiz” (CHIZIANE, 2008). A necessidade de ampliar o ensino de literatura busca promover uma abordagem que vá, além do paradigma eurocêntrico, explorando a literatura africana como uma forma de enriquecer o repertório cultural dos alunos, aí, incluindo o desenvolvimento de uma consciência crítica e reflexiva entre os aprendentes. O artigo menciona a inclusão da literatura africana no currículo escolar, com destaque para a importância da Lei 10.639/2003, neste sentido, que obriga o ensino sobre História e Cultura Afro-brasileira. Além disso, o documento mais recente que orienta e normatiza o ensino: a Base Nacional Comum Curricular (BNCC, 2019), a qual discute a necessidade de repensar a forma como a literatura é ensinada na escola, procurando tornar a leitura e a escrita atividades prazerosas para os alunos. A metodologia proposta envolve a leitura coletiva da obra, com posterior discussão em grupos; a contextualização histórica e social do enredo do romance, e a reflexão sobre temas como sexualização do corpo negro feminino, o branqueamento e identidade. Essa proposta pedagógica visa a promover uma educação mais inclusiva e diversificada, proporcionando, aos alunos do ensino médio, uma experiência crítica em relação à literatura africana.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • James Anderson Vitor Lima

      Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa, pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro Brasileira (UNILAB). E-mail: jamesanderson2tons@gmail.com.

Referências

ABRAMOWICZ, Anete; GOMES, Nilma Lino. Educação e raça: perspectivas pedagógicas e estéticas. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

ARAÚJO, Fabiana Tavares. Literatura e saberes indígenas na educação básica em A Cura da Terra, de Eliane Potiguara, 2015. 2023.

BENTO, Maria Aparecida Silva. Branqueamento e branquitude no Brasil. Editora: Vozes, 2002.

BNCC, Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação no contexto escolar: possibilidades,..2019....Disponível...em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/implementacao/praticas/caderno-de-praticas/aprofundamentos/193-tecnologias-digitais-da-informacao-e-comunicacao-no-contexto-escolar-possibilidades. Acesso: jan. 2024.

BRASIL. Lei nº 11.645, de 10 Março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Brasília, DF: Congresso Nacional, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/civil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: nov. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2019. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site_110518.pdf/. Acesso em: set. 2021.

CHIMAMANDA, Ngozi Adichie. O perigo da história única. Companhia das Letras, 2009. TEDGlobal.https://www.ted.com/talks/chimamanda_ngozi_adichie_the_danger_of_a_single_story/c?language=pt1. Acesso em: jan. 2024.

CHIZIANE, Paulina. O Alegre Canto Da Perdiz. Editorial Caminho, 2008.

FIGUEIREDO, Isabela. A gorda. Lisboa, Caminho, 2017.

GONCALVES, Anamélia Fernandes. Corpos transfigurados: representações do corpo na ficção....de...Paulina...Chiziane,...2010.

https://ufsj.edu.br/portal-repositorio/File/mestletras/DISSERTACOES/Corpos_Transfigurados.pdf

LIMA, Norma Sueli Rosa. Úrsula e o Alegre Canto da Perdiz: Quando as águas se encontram em Maria Firmina do Reis e Paulina Chiziane. In: FREITAS, Sávio Roberto Fonseca de (Org.). Moçambique no feminino: a narrativa de Paulina Chiziane. João Pessoa: Editora UFPB, p. 119-134, 2021.

MOSQUERA ANDRADE, Gina Paola. Educação intercultural no componente curricular da educação física como intervenção ao fenômeno do multiculturalismo: presença da matriz africana. 2023. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

MUNANGA, Kabengele. Superando o Racismo na escola. 2. ed. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasília, 2005.

O ALEGRE CANTO DA PERDIZ, DE PAULINA CHIZIANE. Revista do Curso de Letras da UNIABEU Nilópolis, v.9, Número 3, setembro-dezembro, 2018

PCN. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino Médio, 2000.

PEPETELA. Mayombe. Ed. Leya. 2013.

QUITÉRIA, Filó de. Vida e Obra de Paulina Chiziane. Escola comunitária missão yoido internacional. MAPUTO, 2022.

RICARDO, Mariany Teresinha. O alegre canto da perdiz, de Paulina Chiziane, e o reconhecimento de alguns aspectos histórico-culturais moçambicanos. Revista Crioula. Nº 24. Dissidências de Gênero e Sexualidade nas Literaturas de Língua Portuguesa. 2019.

RODRIGUES, Demilson Moreira. No ventre do mundo: O alegre canto da perdiz, de Paulina Chiziane. Revista Athena v. 09, n. 2, 2015.

SCHMIDT, Simone. O corpo e terra em O alegre canto da perdiz. In: SECCO, Carmen Lúcia Tindó Ribeiro; MIRANDA, Maria Geralda de. (Org.). Paulina Chiziane: vozes e rostos femininos. Curitiba: Appris, 2013, p.229-247.

SILVA, Cristine Alves. O corpo negro feminino e a prostituição, no romance O alegre canto da Perdiz, de Paulina Chiziane. Revista do Curso de Letras da UNIABEU. Nilópolis, v.9, Número 3, setembro-dezembro, 2018.

STAMM, Beatriz Amancio. A representatividade afro feminina na literatura infantojuvenil para uma educação decolonialista: uma produção literária sobre as Deusas africanas, 2023

TEXEIRA, Izabel Cristina dos Santos. Um Ecofeminista em Ventos do Apocalipse, de Paulina Chiziane. Revista Língua & Literatura, v. 12, n. 18, p. 185-196. Dez. 2010.

VASCONCELOS, J. M. Meu Pé de Laranja Lima (2ª ed.). Edições Melhoramentos. 1975.

XAVIER FILHO, José Luiz. Respeite nosso Axé: o Imaginário Docente Sobre as Religiões de Matrizes Africanas no Espaço Escolar. 2023.

Arquivos adicionais

Publicado

20.02.2024

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa

Categorias

Como Citar

LIMA, James Anderson Vitor. UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA CRÍTICA E INCLUSIVA NO ENSINO MÉDIO: o romance   ‘O Alegre Canto da Perdiz’, de Paulina Chiziane, e suas possíveis abordagens para o ensino da Literatura Africana. RCMOS - Revista Científica Multidisciplinar O Saber, Brasil, v. 1, n. 1, 2024. DOI: 10.51473/rcmos.v1i1.2024.452. Disponível em: https://submissoesrevistacientificaosaber.com/index.php/rcmos/article/view/452.. Acesso em: 21 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 401

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.