CONECTANDO RESISTÊNCIA E AFETOS COM A CONSTRUÇÃO DE UM GRAFITE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Letícia Cristina de Andrade Cauhy Autor/in
  • Randy Rodrigo Gonçalves dos Santos Autor/in
  • Juliana Rodrigues Paim Autor/in
  • Leonardo Conceição Gonçalves Autor/in

DOI:

https://doi.org/10.51473/rcmos.v1i1.2024.517

Palavras-chave:

Educação Infantil. Educação Física. Grafite Digital. Pós-pandemia.

Resumo

Esse artigo buscou narrar os cotidianos do desenvolvimento de uma atividade pedagógica utilizando grafite digital com alunos da Educação Infantil de uma escola pública em Aparecida de Goiânia, durante a transição da pandemia para o pós-pandemia da Covid-19. O objetivo é demonstrar como a prática de grafite digital pode ser empregada na Educação Infantil para promover a expressão criativa e educação socioemocional das crianças. A metodologia adotada foi uma investigação exploratória descritiva, baseada nas experiências dos autores e na adaptação do currículo da Educação Física para incorporar atividades de grafite digital. Os encontros foram estruturados em quatro etapas, cada uma inspirada em músicas e artistas relevantes do movimento Hip Hop, que guiaram reflexões sobre a pandemia e a criação coletiva do grafite digital. Assim, os principais resultados incluem a potencialização da expressão criativa por meio do grafite digital e a integração da tecnologia digital no processo educacional das crianças. Além disso, a atividade permitiu que os participantes compartilhassem experiências relacionadas a superação do período pandêmico, fortalecendo suas habilidades socioemocionais. Conclui-se que o grafite digital pode ser usado como um importante dispositivo curricular na Educação Infantil, ampliando a interação por meio da brincadeira e abrindo caminho para modelos híbridos de ensino que combinam práticas pedagógicas inovadoras na cibercultura.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Letícia Cristina de Andrade Cauhy

    Mestra em Ensino na Educação Básica e especialista em Educação Física Escolar (UFG). Graduada em Pedagogia (FAESPE) e Licenciada em Educação Física (PUC). Possui experiência na área de dança na escola, Educação Infantil, saúde e Educação Física escolar, Educação Inclusiva e ensino e aprendizagem do Goalball.
    ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6724-0234 

  • Randy Rodrigo Gonçalves dos Santos

    – Pesquisador de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). Membro do Laboratório de Geografia Física Aplicada (LIGA/UFRRJ). Licenciando em Geografia (UFRRJ) com experiência nos temas de Geotecnologias, Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto.
    Lattes: http://lattes.cnpq.br/9313107328585814

  • Juliana Rodrigues Paim

    - Pesquisadora de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Membro do Laboratório de Geografia Física Aplicada (LIGA/UFRRJ). Graduanda em Geografia (UFRRJ).
    Lattes: http://lattes.cnpq.br/9738740185000202

  • Leonardo Conceição Gonçalves

    – Doutorando do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ). Tem experiências nas áreas da Educação na Cibercultura, Aprendizagem-Ensino de Educação Física e Currículo.
    ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3617-0506

Referências

BORLOTI, Elizeu et al. Saúde Mental e Intervenções Psicológicas Durante a Pandemia da COVID-19: um panorama. Revista Brasileira de Análise do Comportamento, Belém, v. 16, n. 1, p. 21-30, jun. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 1. Artes de fazer. 19. ed. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

COLACIQUE, Rachel Capucho; GONÇALVES, Leonardo Conceição. Adequação curricular e BNCC: desafios para o ensino bilíngue de estudantes surdos. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 39, p. 1-21, 2023.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, Nilma Lino. Diversidade étnico-racial, inclusão e equidade na educação brasileira: desafios, políticas e práticas. RBPAE – v.27, n.1, p. 109-121, jan./abr. 2011

GONÇALVES, Y. Fundação Lemann e os ataques à Educação Básica Pública em tempos de Covid-19. Brasil de Fato, Recife (PE), Educação, abril, 2020. Disponível em: <https://www.brasildefatope.com.br/2020/04/06/artigo-fundacao-lemann-e-os-ataques-a-educacao-basica-publica-em-tempos-de-covid-19>.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

LEMOS, André. A comunicação das coisas: teoria ator-rede e cibercultura. São Paulo: Annablume, 2013.

LIMA, Rafael. Distanciamento e isolamento sociais pela Covid-19 no Brasil: impactos na saúde mental. Physic: Revista de Saúde Coletiva, 30(2), p. 1-10, jul. 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

SANTOS, D. V. B. dos; SANTOS, G. V. dos. Trazendo a Educação Infantil de volta: estratégias para o pós-pandemia. Ensino em Perspectivas, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 1-19, 2023. Disponível em:<https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/11093>. Acesso em: 5 maio. 2024.

SANTOS, Denise Mônaco dos; TRAMONTANO, Marcelo. “A parede no digital é mais lisa!” Hibridismos urbanos e grafite digital. In: SIGraDi 2012. [Anais do 16º Congresso Ibero-Americano de Gráficos Digitais], Brasil - Fortaleza, 13-16 de novembro de 2012, pp. 135-139, 2012. Disponível em: <http://papers.cumincad.org/data/works/att/sigradi2012_198.content.pdf>. Acesso em: 14 jul. 2020.

SANTOS, E. Pesquisa-Formação na cibercultura. Santo Tirso, PT: Whitebooks, 2014.

SBP - Sociedade Brasileira de Pediatria. SBP atualiza recomendações sobre saúde de crianças e adolescentes na era digital. 2020. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/sbp-atualiza-recomendacoes-sobre-saude-de-criancas-e-adolescentes-na-era-digital/>.

TAUBE, E. H. O valor de um afeto: afetividade na educação infantil. Revista Amor Mundi, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 29-37, 2021. DOI: 10.46550/amormundi.v2i6.124. Disponível em: <https://journal.editorametrics.com.br/index.php/amormundi/article/view/124>. Acesso em: 5 maio. 2024.

Arquivos adicionais

Publicado

10.05.2024

Edição

Seção

Artigos Científicos de Pesquisa

Como Citar

CAUHY, Letícia Cristina de Andrade; DOS SANTOS, Randy Rodrigo Gonçalves; PAIM, Juliana Rodrigues; GONÇALVES, Leonardo Conceição. CONECTANDO RESISTÊNCIA E AFETOS COM A CONSTRUÇÃO DE UM GRAFITE NA EDUCAÇÃO INFANTIL. RCMOS - Revista Científica Multidisciplinar O Saber, Brasil, v. 1, n. 1, 2024. DOI: 10.51473/rcmos.v1i1.2024.517. Disponível em: https://submissoesrevistacientificaosaber.com/index.php/rcmos/article/view/517.. Acesso em: 21 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 254

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.